Blog

Como aproveitar o Inverno?

Imagem: pixabay.com

Das quatro estações, o INVERNO é a estação mais intimista e propícia à interiorização. Sentimos uma necessidade instintiva de RECOLHIMENTO e PROTEÇÃO, além da desaceleração do ritmo para poupar e armazenar energia.

 

Na filosofia taoista, que se baseia no princípio de que vivemos em um mundo dual e em busca permanente do equilíbrio, tudo surgiu de um estado absoluto, do VAZIO, que ao dividir-se em duas energias primordiais YIN e YANG gerou os 5 movimentos ou elementos (que são a base da Medicina Tradicional Chinesa).

 

 

O inverno é a estação do ápice do YIN - a energia retraída, reflexiva e profunda, que veio crescendo desde o outono (METAL), e que se contrapõe à sua complementar YANG - que vai retomar o seu movimento ativo e excêntrico (voltado para fora) com a chegada da primavera (MADEIRA) e chegará ao seu auge no verão (FOGO). Por este princípio, entendemos que as estações se sucedem a partir do alternar dos ciclos destas energias primordiais. E assim é com tudo que se manifesta neste sistema em que vivemos.

 

 imagem: www.moradadaharmonia.com.br

 

 

Nesta cosmologia, o INVERNO está associado ao elemento ÁGUA cuja virtude é a SABEDORIA e a emoção é o MEDO.

 

O trigrama ÁGUA, composto por 1 linha YANG entre 2 linhas YIN está relacionado com o inconsciente, a intuição, a energia vital e a astúcia, mas também com o que é oculto, o obscuro, a profundidade e a depressão.

 

 

Traduzindo estas referências para uma aplicação prática podemos fazer várias interpretações, entre elas: através do conhecimento (ÁGUA) eu adquiro a cautela necessária para lidar com medos e com o desconhecido para me levar ao estado de expansão da consciência (FOGO)

 

Muitas pessoas aproveitam este período para cuidar da saúde e do corpo, outras, porém, direcionam suas forças para cultivar os atributos da mente e do espírito, o que é, inúmeras vezes, imperceptível aos olhares menos experientes ou superficiais.

 

Embora a introspecção seja um movimento geralmente desvalorizado em uma sociedade que prioriza feitos, resultados e movimento de extroversão, se nos inspirarmos na natureza aprendemos que este é o momento ideal para mergulhar fundo e alimentar nossas RAÍZES, pois esta é uma das mais apropriadas formas  para aprofundar nossa base no solo criando uma estrutura sólida para os futuros ciclos de crescimento e expansão.

 

Imagem: pixabay.com

 

É fato que durante o clima frio, mais inóspito, todos temos uma tendência ao isolamento e uma "preguicinha" de sair de casa. Reduzimos as atividades externas e o ritmo social, optando por programas mais intimistas.

 

Mas isto pode variar de pessoa para pessoa. Voltando à polaridade YIN e YANG, podemos identificar que as pessoas se manifestam, essencialmente, tendendo para uma polaridade ou outra. Esta tendência, inclusive, pode oscilar conforme os ciclos internos (crises pessoais) e os ciclos externos (cenário em que vive) .

 

Hipócrates (o pai da medicina) quatro séculos A.C. formulou a teoria dos temperamentos baseando-se na teoria cosmogênica dos 4 elementos desenvolvida pelo sábio Empédocles que teve enorme influência no saber ocidental. Assim cada tipo comportamental se associou a um elemento.

 

 

Quem é muito YANG, tende a ser mais extrovertido, inquieto, ativo, otimista, e dinâmico. Qualidades geralmente encontradas nos indivíduos em que predominam o elemento FOGO e/ou AR. Podem aproveitar este período para trocar INTENSIDADE por SELETIVIDADE, oportunizando momentos de tranquilidade e equilíbrio que geralmente estão ausentes em sua rotina agitada (*) .

 

Por sua vez, as pessoas mais YIN, com predominância do elemento TERRA  e/ou ÁGUA, com tendência a serem mais retraídas, caladas e contemplativas, precisam ficar atentas para que neste período não se tornem SEDENTÁRIAS demais. É preciso estimular a regularidade da atividade física ou os compromissos sociais para incentiva-las a sair de suas confortáveis "cápsulas protetoras" que gostam de chamar de lar (*).

(*) Na astrologia ocidental, analisamos no mapa natal do indivíduo qual é a distribuição alquímica dos 4 elementos: Fogo, Terra, Ar e Água. Para entender qual a predominância ou distribuição dos elementos no seu mapa é necessário saber analisar as posições dos planetas, assim como o Ascendente e Meio do Céu pelos signos, ou consultar um bom astrólogo.

 

 

De qualquer forma, independentemente de seu perfil, todos somos convidados neste período a uma breve "hibernação".

 

E, para usufruir destes 3 meses da melhor forma, montamos uma lista com 16 sugestões de atividades perfeitas para ajudá-lo(a) a sentir-se pleno(a) de energia e motivação para aproveitar o melhor da estação:

  1. Caminhadas: ao ar livre, aproveitando os horários mais quentes do dia

  2. Yoga: e outras práticas físicas que integram consciência corporal e espiritual

  3. Esportes em grupo ou em dupla: o compromisso é um estímulo para sair de casa, apesar do frio e da preguiça

  4. Reiki: experimente este toque suave e curativo que promove um estado de profunda harmonia e paz

  5. Meditação: em grupo, assim você se mantém conectado com a "egrégora" potencializando a sua prática

  6. Massagem: libera as tensões, estimula a circulação e relaxa a musculatura e a mente.

  7. Autoanálise: acione aquele projeto que você vem postergando há tanto tempo. As linhas de psicanálise e terapias psicológicas são tão vastas, que, com certeza, alguma servirá como uma luva para você.

  8. Coaching: direcione o seu foco, reveja as suas metas e prioridades e dê uma turbinada em seus projetos

  9. Estudos: aproveite este período mais mental para a expansão do conhecimento

  10. Alimentos quentes: invista em sopas, chás, raízes e alimentos cozidos e grelhados que ajudam o corpo a se aquecer e regular a sensação térmica

  11. Quietude: faça um retiro inspirador para absorver toda a vitalidade do puro ar da montanha

  12. Mar: se sintonize com a benéfica energia praiana, no contrafluxo das multidões

  13. Fogo: o elemento da transmutação pode estar presente em velas, lareiras, rechauds, incensos, deixando a sua casa quentinha e aconchegante. E, finalizado o evento, lembre-se de apagar todas as chamas

  14. Astral: já que o foco está voltado pra dentro, que tal buscar autoconhecimento e explorar como está o seu cenário através da simbólica linguagem astrológica?

  15. Dança e arte: entre no clima para aprimorar a sua sensibilidade, o senso estético e a bagagem cultural

  16. Música: monte uma "playlist" relaxante para curtir momentos ao som de Enya, Bliss, Aurio Corrá, Corciolli, Deva Premal e outros magos da nova era. Sugestão especial: as "Quatro estações" de Vivaldi e o CD "Sacred Circle" de Sthan Xannia, para fazer uma viagem xamânica pelas quatro direções cardinais.

 

E você? Tem mais ideias bacanas para sugerir?

Por favor, compartilhe. Basta adicionar sua sugestão nos comentários

Vamos adorar!

 

 

Saiba mais:

Câncer, o signo da estação

Astrologia

Coaching

Reiki

Terapias Vibracionais

 

 

O que é e como fazer o seu Mapa? 

 

 

 

“POR UM MUNDO MAIS AMOROSO E FELIZ”

Renata Vasconcellos é Astróloga, Artista Plástica e Terapeuta Vibracional Pisciana, mãe, esposa, amante da Natureza, da Harmonia e do Saber, atua desde 2000 com Bem-Estar e Qualidade de Vida.

www.projetoluminares.com.br

 

 

 

Gostou desse post? Então curte e compartilha!!!

 

 

 

 

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Facebook Social Icon
  • Google Places Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Facebook - Círculo Branco
  • Google Places - o círculo branco
  • Instagram - White Circle

(11) 98644-4767 (sms/whatsapp)

luminares@projetoluminares.com.br

Av. Brigadeiro Luiz Antônio, 3914  01402-001 Jardins  São Paulo

(200 m do Parque Ibirapuera)