Arenito
  • Rê Vasconcellos

Os 4 elementos na Astrologia: o elemento "água"


signo de capricórnio: luz e sombra - características
A ÁGUA, é energia YIN, e está associada às emoções e à sensibilidade

Parte 4: o elemento ÁGUA


A ÁGUA é o quarto elemento a se manifestar na sequência astrológica.


Após entramos em contato com a energia do Fogo, o “espírito” que é a própria centelha da vida e da identidade, a energia da Terra, da “materialização e da forma” de tudo que se manifesta na realidade concreta e a energia do Ar, que rege a mente que através de pensamentos e ideias promove interações com o mundo, chegamos finalmente ao território das emoções, em que acessamos um universo interno desconhecido e intangível, muitas vezes inconsciente e indescritível.


Os seus elementais são as ondinas (ondas do mar), ninfas (rios, fontes e mananciais), nereidas (filhas de Nereu e Dóris, habitavam o mar Egeu) e as sereias, famosas por seu canto sedutor que inebria e hipnotiza os navegantes, segundo o mito.


A água rege a sensibilidade, os sentimentos e as emoções.

A sua polaridade é YIN, com tendência a se interiorizar e olhar para as profundezas de seu coração. Uma das qualidades da água é a empatia e a facilidade de se envolver com pessoas e situações de forma intensa e visceral.


  • Em CÂNCER a água é “liquida”, as emoções brotam com mais fluência e naturalidade, como nos rios, marcando este signo com uma emotividade muito acentuada.

  • Em ESCORPIÃO, a água se manifesta em seu estado “sólido”, revelando uma habilidade única de lidar com os estados congelantes da emoção, permitindo que os nativos se escondam e observem tudo com profundidade por trás de uma expressão inalterável.

  • Em PEIXES, a água se espalha por todos os cantos na forma do vapor do estado “gasoso”. Aqui encontramos seres flutuantes que navegam pela vida de forma desapegada e distraída, chegando quase a se dissolver no cenário e ambientes onde se encontram.


A água se relaciona com o quê?

A ÁGUA, na análise Astrológica está relacionada à sensibilidade, emotividade, empatia, canais mediúnicos e extrassensoriais, criatividade, fertilidade e veia artística.


Este elemento lida com a subjetividade. O olhar para a vida e suas situações diversas passam pelo crivo emocional. E, conforme a aspectação, planetas e signos envolvidos na trama do mapa pessoal, podemos encontrar nativos que se deixam levar pela emoção em suas ações e reações aos eventos imprevistos e súbitos, comprometendo uma análise racional e lógica. Nada que a maturidade, com o seu sábio tempero, não possa consertar. Muitas vezes terão que desenvolver os atributos do AR, da mente lógica e ponderada para chegar a um final feliz.


A ÁGUA tem necessidade de criar laços e conexões especiais. Há uma tendência a se apegar e criar intimidade com maior facilidade que os demais elementos. Da mesma forma, também pode se magoar e ressentir com igual agilidade. Porque se importa, tanto com os outros como com suas próprias emoções impactadas. Aqui pode ter um certo atrito com o FOGO que é totalmente autocentrado e despreocupado dos sentimentos alheios.


A água é fundamental para quê?

A ÁGUA é fundamental para criar ambientes acolhedores e receptivos, em total harmonia com a TERRA que prioriza o conforto, a materialidade e o prazer sensorial. Ambos se conectam em harmonia através da sua polaridade YIN.


A ÁGUA é recolhimento, internalização, imersão, fluxo, intimidade, encontro com um meio que está além da dimensão mundana, como o mundo energético e espiritual. A sua força está na expansão das virtudes do coração, transformando mágoa em amor, dor em crescimento e saudade em realização. Quando se machuca, se fecha e se recolhe em sua concha criando uma casca protetora difícil de quebrar, especialmente no caso dos escorpianos e cancerianos. Piscianos, preferem sair nadando por mares profundos, totalmente alheios ao que está acontecendo fora.


No mapa Natal, a ÁGUA em equilíbrio:

  • confere um bom canal empático e facilidade para se conectar aos sentimentos próprios e alheios.

  • A sensibilidade é presente e o contato com as emoções é produtivo e bem explorado.

  • A intuição pode se manifestar como uma faculdade natural, assim como a criatividade e um entendimento inato dos aspectos psíquicos e metafísicos das relações interpessoais.

  • Conforme a química pessoal, podem estar presentes no indivíduo as qualidades da ternura, do amor e da compaixão.


Fisiologicamente: a água rege o sistema linfático e todos os fluidos do corpo, tais como o sangue e várias secreções.


O excesso:

  • pode levar à sensibilidade extrema

  • carência,

  • visceralidade emocional,

  • ressentimento, mágoa,

  • fantasia, falta de senso de realidade, escapismo,

  • irracionalidade,

  • apego ao passado, às pessoas e uma falta de solidez.

  • As reações podem ser desproporcionais ao estímulo que as geraram.


Fisiologia do excesso de água: pode ocasionar obesidade, sonolência, autoindulgência, falta de pé no chão e preocupação com a segurança. As manifestações físicas podem ser de acúmulo de muco, resfriados, inchaços e disfunções do sistema linfático.


Para equilibrar:


É indicado encontrar hábitos saudáveis para liberar e extravasar as emoções intensas, que muitas vezes são represadas em função das convenções sociais. As atividades físicas, o contato com a água, práticas de centramento como a meditação, a yoga e o tai chi chuan que priorizam um balanceamento mente/corpo e o contato com a espiritualidade.


Refeições cozidas e alimentos condimentados. A arte em todas as suas formas é o meio ideal para expressar a linguagem emocional.


Na alimentação, os chás diuréticos para aqueles que sofrem de edemas e retenções de líquidos. O uso de cristais harmonizadores especialmente nos chacras cardíaco (rosa e verde) e genésico (alaranjados).


A terapia floral que trabalha belamente as emoções, terapias psicológicas e as terapias energéticas, como o Reiki, que promovem acolhimento e bem-estar.


A carência de ÁGUA:

  • pode levar à frieza, falta de sensibilidade e empatia,

  • à falta de conexão com os outros, seus problemas e sentimentos.

  • Muitas vezes é difícil o contato e reconhecimento do seu campo emocional. Insensibilidade que leva à desconexão com a própria intuição.

  • Falta de compaixão e simpatia, deixando a pessoa distante e árida.

  • No corpo: falta suavidade e tendência à desidratação.

  • Netuno em aspectos com planetas pessoais ou nas casas cardinais (1, 4, 7 e 10) pode compensar a falta de água

  • planetas nas casas de água (4, 8 e 12) podem compensar a carência de água.


Para equilibrar:


Priorizar na alimentação a ingestão de sucos verdes e de frutas frescas, além do consumo de água em boas quantidades.


Contato com situações e eventos que estimulem o seu lado emotivo, como a terapia psicológica, filmes que sensibilizem, música e dança para estimular a expressão interna. Fazer um trabalho voluntário ou entrar em uma organização com esta finalidade para conhecer situações de vida desprivilegiadas para ativar o seu canal empático e solidário.


Onde temos água, no mapa

Os setores e planetas que se encontram nos signos de água (Câncer, Escorpião e Peixes) nos revelam áreas e assuntos onde direcionamos nossa energia com emotividade, onde usamos a intuição e vivemos com maior sensibilidade e profundidade.


Assista ao vídeo sobre como harmonizar as emoções, mágoas, tristezas e atributos ligados ao chacra cardíaco, o centro do AMOR.





Veja mais sobre os quatro elementos nestes textos: fogo, terra, ar


Namastê!


Temas que podem interessar:



Fique por dentro e acompanhe nossas postagens no blog, Youtube ou pelo Insta e Facebook.


“POR UM MUNDO MAIS AMOROSO E FELIZ”

Rê Vasconcellos é Astróloga, Mestra Reiki e Terapeuta Vibracional

Pisciana, mãe, esposa, amante da Natureza, da Harmonia e do Saber, atua desde 2000 com Bem-Estar e Qualidade de Vida. Cofundadora do Projeto Luminares. Colunista de Astrologia e outros temas nos sites VYA ESTELAR e O SEGREDO

Gostou desse post? Então curte e compartilha!!!


Inscrição realizada com Sucesso! Inclua nosso email luminares@projetoluminares.com.br em seus contatos para receber nossos conteudos.